Em geral, a Inscrição Municipal (IPTU) do imóvel contém a informação sobre a área do imóvel que deverá ser informada na ficha de “Bens e Direitos”. Caso o contribuinte não tenha acesso ao carnê do IPTU, é possível solicitar uma segunda via do documento diretamente na prefeitura do município no qual o imóvel está localizado.

De todo modo, entendemos que a “Área Total do Imóvel” solicitada no programa do IR 2018 se refere: (a) para apartamentos, à área construída (que, via de regra, já engloba a área útil privativa e a área comum); (b) para casas e terrenos, à área do terreno.

É esperado que a Receita Federal ainda divulgue maiores instruções sobre o preenchimento dos novos campos para declaração de bens imóveis.